Uber revela novo protótipo de veículo de voo ambicioso


Foto Divulgação: Uber

Enquanto no Brasil mal vemos helicópteros aterrissados a Uber, por ocasião do Festival de Cannes, na França, cobrava cerca de 160 euros por pessoa para um voo de 7 minutos, rápido, mas muito caro - a empresa californiana pretende invadir os táxis voando.

Na conferência Elevate realizada há alguns dias em Los Angeles, a Uber revelou um "carro voador" que parece uma mistura de drone gigante e helicóptero.

Bem-vindo ao Skyport

A Uber, mais conhecida por seu aplicativo de contato com o motorista, já havia falado nos últimos anos sobre a promessa de aeronaves VTOL (decolagem e aterrissagem elétrica) - veículos voadores que podem decolar sem uma pista de decolagem e às vezes relacionadas a ela como "carros voadores" - para áreas de transporte urbano.

Em novembro de 2017, o gerente de produtos Jeff Holden compartilhou muitos detalhes sobre o projeto "Uber Elevate", que The Verge havia revelado na época.

A empresa espera lançar testes de viabilidade em Los Angeles, Aeroporto de Dallas-Fort Worth e Dubai, até 2020, e está considerando a possibilidade de seus clientes poderem pedir um assento em um desses veículos por meio de um aplicativo, um pouco como um táxi, e soltá-los em um telhado "skyport".

Como seria (será)?

Equipado com quatro rotores e rodas, o veículo elétrico deve ser capaz de decolar verticalmente e subir até 600 metros. A ideia da Uber seria instalar muitos pontos de pouso de decolagem nos telhados das grandes cidades e no solo em locais seguros.

Impulsionado principalmente por motoristas humanos, o veículo poderia ser totalmente autônomo e realizar até 200 pousos e decolagens por hora.

Inicialmente, a Uber planejava retirar seus primeiros táxis em 2018. Não é de surpreender que esse não fosse o caso, e agora a empresa pretende em 2023 começar a pilotar esses veículos futuristas. Nós imaginamos que o preço da corrida não será o mesmo que no carro!

Cada vez mais longe!

A Uber, um dos principais investidores do setor de VTC, investiu durante anos em tecnologias futuristas, incluindo carros autônomos e carros voadores, sob a liderança de Travis Kalanick, ex-CEO e co-fundador da empresa. Kalanick foi substituído como CEO por Dara Khosrowshahi em agosto, após um ano difícil para a Uber.

Apesar dessa mudança de direção, Uber parece ir mais longe em seus planos de carros voadores.

Os tópicos a serem discutidos durante o evento Elevate, a ser realizado no Skirball Center em Los Angeles em maio desse, incluíram "cidades em movimento", "operações de espaço aéreo e de implantação" e "veículos", baterias e tecnologias chave ".

Como o Brasil estaria envolvido?

O Brasil estará envolvido (e muito) com esse plano ousado da Uber. Uma das empresas que participaria ativamente dessas atividades seria a Embraer que ficaria responsável por liberar o espaço aéreo para os voos e aterrissagens serem seguros.

E aí? Achou futurista demais e acha que isso não estará disponível antes de 2050? Saiba que você pode estar enganado! A empresa planeja antes de 2023 colocar os primeiros protótipos para testes nas ruas dos EUA, talvez no Brasil demore um pouco mais.

Fontes

https://www.techtudo.com.br/noticias/2018/09/uberair-perguntas-e-respostas-sobre-o-carro-voador-da-uber.ghtml
https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/05/uber-busca-cidades-candidatas-a-receber-servico-de-carros-voadores.shtml